domingo, 26 de abril de 2009

bonitão

Bonitão: esse foi o nome que lhe coube, quando chegou ao Brasil, importado dos EUA. Bonitão tem um nome pomposo em seu pedigree e um curriculum invejável para um pequeno pug: era um dos top ten, quer dizer, era um dos dez melhores pugs dos EUA nas exposição de cães por lá. Um sucesso também aqui nas pistas: conquistou todos os títulos possíveis na cinofilia brasileira. Foi a base de nosso plantel, e teve importância decisiva na raça pug em nosso país pela sua descendência. Mas não é disso que queremos falar aqui: hoje ele é o pug mais velho de nossa grande familia: treze anos muito bem vividos! Recentemente teve uma paralisia que o imobilizou completamente do pescoço para baixo, mas vem se recuperando de forma fantástica para um idoso! Quantos de nós não desanimamos no primeiro obstáculo? E aí está o nosso Bonitão, numa recuperação imprevista, dizendo, através do seu exemplo, que vale a pena lutar! Vai uma foto antiga, quando ele era sucesso nas pistas, e uma foto atual, em seu carrinho, sempre imponente, quando ele é sucesso na arte de viver.

9 comentários:

  1. Que lindo exemplo de vida nos passa o Bonitão heim?! Impressionante Angela, adorei!!!
    Inaldo B. Aguiar
    Maceió/AL

    ResponderExcluir
  2. Inaldo, essa é uma das milhares de vezes que aprendi com eles, nesses 15 anos criando pugs

    ResponderExcluir
  3. QUE LINDO!!!
    FICO COMOVIDO COM A FOTO.
    É UMA LIÇÃO DE VIDA QUE ELE NOS DÁ. TAMBÉM É UM PRIVILÉGIO SER UM CÃO EM SUAS MÃOS.
    PARABÉNS, MINHA AMIGA!!!
    CADA DIA TENHO MAIS ORGULHO E RESPEITO POR TI.
    BEIJOS SINCEROS

    ResponderExcluir
  4. Oi Angela,fazia um tempo que não entrava no seu blog e hoje conversando com a Dani ela me disse que vocês estiveram lá e comentou sobre o nascimento do Antonio,entrei e primeiro me emocionei com a historia do nascimento dele(visualizei a cara do Dudu dirigindo o carro!!)
    Agora me emociono com essa historia de vida do Bonitão e agradeço por ter pessoas nesse mundo que sabem amar e respeitar nossos queridos cães como você.
    Beijos a todos e saudades!
    Camila Giordano e Bulldogs

    ResponderExcluir
  5. Que lindo exemplo. Não só do Bonitão, mas de vocês como criadores. E' por isso que eu amo vocês.
    Deborah

    ResponderExcluir
  6. Quem não se emociona lendo a história do Bonitão!Tenho aqui meu velhinho Peter Pan que está com 11 aninhos. Espero que ele viva o resto dos seus dias com dignidade e cercado de amor , assim como o Bonitão. Um abraço Lilia Maria Silva

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Ângela, obrigada por me mostrar que ainda existem criadores capazes de criar de forma digna sabendo retribuir todo o amor que os cães nos dão incondicionalmente. Fico feliz e aliviada em saber que ainda existe afeto na cinofilia. Obrigada!

    ResponderExcluir
  8. Priscilla Cesário6 de dezembro de 2010 23:07

    É amar muito!!!! Isso é para poucos! Essas criaturinhas lindas nos proporcionam momentos maravilhosos e por isso temos que retribuir até o fim de sua vida. AMO!

    ResponderExcluir